Banda da Covilhã

cabecPi.png

Desfile e concerto da Banda da Covilhã

Primeira Banda Filarmónica do Mundo numa disposição em Pi

16 de março | 11 h
Pelourinho

Banda da Covilhã

bc.jpg

A história da Banda da Covilhã perde-se no tempo, havendo registo da sua atividade em 1870, mais propriamente do dia 20 de Outubro, dia em que a Covilhã foi elevada a cidade pelo rei D. Luís I. Com altos e baixos, ora tendo atividade ou não, sabemos que no dia 1 de Dezembro de 1944 a banda saiu à rua ao som do hino da restauração e que até aos dias de hoje nunca mais parou a sua atividade.

A vida atual da Banda da Covilhã é hoje um marco na grande cidade da Covilhã. A formação, principal aposta passa pela Academia de Música da Banda da Covilhã, com 80 alunos e um corpo docente qualificado. Ao mesmo tempo a Banda conta com 50 músicos fruto desta formação, um trabalho iniciado em 2005 por José Eduardo Cavaco, hoje presidente da direção, na altura maestro da Banda e responsável pela formação. Atualmente dirige a Banda os maestros Carlos Almeida e Simão Francisco.

A Banda lançou vários projetos de grande sucesso, como por exemplo: Férias Dó-Ré-Mi e Fá-Sol-Lá; Banda Sinfónica da Covilhã, Orquestra de Sopros da Covilhã, concertos temáticos, atividades junto da comunidade escolar entre muitos. Ao longo dos anos tem participados em intercâmbios, estágios e deslocações em Portugal e no estrangeiro.

Paralelamente à atividade Musical, é responsável ou co-organizadora em vários eventos de índole cultural na cidade, como por exemplo: “Até os Santos Dançam”, Brincolândia e Festival da Cherovia.

Maestro Carlos Almeida

mca.jpg

Carlos Almeida nascido a 13 de Junho de 1993, natural de Portalegre. Filho de um músico e convivendo com a música todos os dias, fez com que o interesse surgisse desde muito cedo, começando a frequentar a escola de música do pai aos 5 anos e aos 11 anos entrou para o Conservatório de Portalegre para iniciar os estudos em trompete, onde concluiu o 5º Grau. Assim, decidido que o que queria para a sua vida era a música, com 15 anos realizou provas de Trompete para a EPABI ( Escola Profissional De Artes Da Covilhã), entrando para o 10º ano, para a classe do professor Rui Borba. Neste curso teve oportunidade de trabalhar em Música de Câmara, Brass Band, Big Band, Orquestra de Sopros e Orquestra Sinfónica. Terminou o curso e foi para Castelo Branco, aí teve aulas com os Professores António Quítalo e José Almeida.

Foi então que Carlos Almeida decidiu entrar no mundo da Direção Musical, entrando na Atlantic Coast International Conductig Academy para estudar Direcção de Orquestra Sinfónica/Sopros/Cordas e Coro. Teve como seus mentores o Maestro Luís Clemente e o Maestro Colin Metters na parte da Direcção Instrumental e na parte de Direcção Coral com o Maestro Jaime Branco, em Orquestração os Professores Roberto Fiore e José Jordán, Formação Auditiva com os Professores Paulo Maciel e Jaime Branco. Nesse mesmo ano foi convidado para ser o Maestro e Director Musical na Associação Sons do Campo onde iria formar e orientar uma pequena Orquestra de Sopros.

Em 2016 foi convidado para ser o maestro do Coro e Orquestra da UBI na Covilhã, Entrou também no mundo da composição por influência do grande músico Joaquim Garra, onde começou a compor obras para banda, orquestra de sopros, música de câmara, entre outras, já conta com vários temas da sua autoria.

Frequentou Masterclasses de Trompete com diversos trompetistas tais como: John Miller, Giuliano Sommerhalder, Sérgio Charrinho, Filipe Coelho, Óscar Carmo, Carlos Silva, Ricardo Carvalho, entre outros. Também participou em Masterclasses de Orquestra de Sopros e Orquestra Sinfónica com os maestros: António Saiote, Colin Metters, Filipe Fonseca, José Ricardo Freitas, Luís Clemente, Carlos Marques, Simão Francisco, Rogério Peixinho, alguns como instrumentista outros como maestro participante. Já tocou com diversos artistas de vários géneros musicais, tais como os Quinta do Bill, Wanda Stuart, Lena D´Água, Carlos Guilherme, Carlos Cardoso, entre outros.

Atualmente é maestro e professor na Banda da Covilhã, maestro na Banda Euterpe (Portalegre), diretor pedagógico da Escola de Música da Banda Euterpe, professor na Escola de Música João Carlos e monitor/professor em várias orquestras no Alto Alentejo.

Create your website at WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close